------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
D’Addario EXP110 NYXL
Jaques Molina
Ao lançar a linha NYXL, a D’Addario elevou o nível do que se espera de encordoamentos para guitarra. A empresa deu um belo passo adiante em termos de qualidade, timbre e confiabilidade. Em matéria de durabilidade, as cordas NYXL possuem maior resistência à quebra e oxidação, mas não diferem muito das convencionais no quesito longevidade. É aí que entra a tecnologia da D’Addario neste lançamento: cordas revestidas da linha EXP feitas a partir das NYXL.
Matéria completa na Revista Guitar Player 240/Abril de 2016.
Para adquirir seu exemplar clique aqui.

[VOLTAR]
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
LEIA TAMBÉM
Invasão de Boutique | Ryra The Klone (11/09/2017)
 O teste do The Klone, fabricado pela Ryra (Rock Your Repaired Amp), já seria muito interessante e rico ... VEJA MAIS
Darta Effects Mythology (11/09/2017)
QUANTO MAIS LENDÁRIO E RARO UM pedal, mais popular entre os “clonadores” de pedais ao redor do planeta. Por ... VEJA MAIS
Invasão de Boutique: Headstrong Lil’ King Reverb Amp (14/06/2017)
Recentemente, tive a oportunidade de ir à casa de um amigo colecionador e testar uma quantidade enorme de guitarras e ... VEJA MAIS
Bruschi GP212-D (14/06/2017)
A BRUSCHI é uma fábrica de amps valvulados de qualidade já comprovada pela Guitar Player – há ... VEJA MAIS
Tagima Rocker (14/06/2017)
A nova Tagima Rocker é a versão de corpo maciço da inovadora semiacústica Jet Blues – este ... VEJA MAIS
Guitartech Silver Drive e Mad Cat (05/04/2017)
 Já faz certo tempo que os pedais da Guitartech se tornaram item praticamente obrigatório em pedaleiras de ... VEJA MAIS
 
 



Frases x Acordes


Assinaturas | Contato | RSS | Guitar Player U.S |
© Copyright . 1996 . 2010 | GUITARPLAYER.COM.BR - MELODY EDITORA | Todos os direitos reservados | Site desenvolvivo por Gustavo Sazes | Abstrata.net